Histórico


Votação
 Dê uma nota para meu blog


Outros sites
 BOL - E-mail grátis


 
 
O Itinerário do Olhar


Mudança de endereço

Olá,

estou postando neste novo endereço:

 http://oitinerariodoolhar.blogspot.com/

Obrigada pela visita!



Escrito por Ana Lasevicius às 02h26
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]



Her Morning Elegance

Este vídeo, feito com a técnica de stop motion, foi dica da minha amiga Danila Bustamante.

A Dan entende muito de vídeo-arte, direção, edição e fotografia, e tem um excelente gosto musical. Ela é uma artista super talentosa, e quando indica algo é porque é muito bom.

 

Além do lirismo das imagens, da música doce, da letra graciosa e da suave voz de Oren Levie, a direção de arte do videoclipe Her Morning Elegance é impecável.

O stop motion é uma técnica que consiste em fotografar uma série de quadros, cada um com uma pequena alteração em relação ao anterior, como a posição de um ou mais objetos, a pose do modelo e a luz. Depois, os fotogramas são arranjados (editados) em sequências de 24 fotogramas por segundo. Quando exibidos, nos dão a ilusão de movimento. Isso ocorre devido à persistência Retiniana.

Para quem gostar do trabalho de Oren Lavie, vale uma visita ao seu site.

 



Escrito por Ana Lasevicius às 22h50
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]



Que "Coisa"!

Já tem "Coisa" andando em cima das calçadas da avenida Paulista. O piloto em cima da "Coisa" passou correndo, todo pimpão, de terno e gravata, tirando "fina" dos pedestres. Como se já não bastasse termos que dividir as calçadas com os carros que entram e saem das garagens, e cães com cara de poucos amigos, agora chegou a "Coisa" para atormentar.

Nada contra a "Coisa", mas vamos deixar claro: Cada coisa em seu lugar, casa fácil de arrumar.

Sei que a "Coisa" pode ser um meio de transporte legal, mas temos de arranjar um lugar para a "Coisa" andar.



Escrito por Ana Lasevicius às 02h20
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]



É a chuva chovendo, é conversa ribeira

 

Pingo, pingando - Foto: Ana Lasevicius

Um pingo pingando, uma conta um conto ( Tom e Vinícius )

 

 

Foto: Ana Lasevicius

 

Acho que a chuva ajuda a gente a se ver (Caetano Veloso)



Escrito por Ana Lasevicius às 03h37
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]



São Paulo meu amor

Ontem, foi o aniversário da cidade de São Paulo, e o meu também. Sou Paulistana, já até ganhei uma música com esse nome. Nasci na avenida Paulista e minha primeira casa era no Brás, quer mais? Tenho Paula no nome, a santa fica para os fiéis.

E como a maior homenageada do dia é a cidade, deixo com vocês uma das músicas que melhor a define, do grande Tom Zé: São Paulo Meu Amor



Escrito por Ana Lasevicius às 00h45
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]



SOMI

A música cura, sem dúvida.

Antes de tornar-se cantora, Somi estudou antropologia médica e trabalhou no Quênia.

"Eu descobri o poder curativo da música quando eu era muito jovem. Música para mim sempre foi um lugar para se deixar ir, para encontrar o perdão"

Esta cantora maravilhosa é natural de Illinois, seu pai é de Ruanda, e sua mãe de Uganda.

Neste vídeo ela canta em suaíli, uma música em homenagem à sua mãe:

Rwanda - Somi - Ingele



Escrito por Ana Lasevicius às 03h27
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]



Ghost Bike

 

Ontem passei pela avenida Paulista e vi esta homenagem feita por amigos da ciclista Márcia Regina de Andrade Prado, atropelada nesta quarta-feira (14/jan) por um ônibus. 

Ano passado, quando estava gravando o documentário "Tá Na Roda", entrevistamos o pessoal da bicicletada, movimento do qual Márcia fazia parte.

Foi nessa época de gravações que comecei a observar melhor o que vem acontecendo nas ruas de São Paulo. Há muita coisa errada.

São Paulo é uma cidade sem ciclovias e os motoristas não obedecem à lei que determina a distância mínima de um metro e meio do carro em relação à bicicleta. É urgente uma nova educação para o trânsito. É urgente a criação de ciclovias por toda a cidade. Enquanto isso não for feito, não penso na bicicleta como um meio de transporte seguro. Gostaria que fosse.

A homenagem feita à Márcia na avenida Paulista é chamada de Ghost Bike (bicicleta fantasma). A instalação, no local do acidente onde um ciclista perdeu a vida, já é uma prática  comum em várias cidades do mundo.

É triste de ver, é tocante.

Oxalá os milhares de motoristas que transitam diariamente pela avenida Paulista prestem atenção a esta bicicleta, e aprendam o que ela representa, e andem mais atentos a todos os ciclistas que pedalam pela Paulista e por tantas outras ruas da cidade, gente corajosa que luta por um mundo mais humano, e menos poluído.



Escrito por Ana Lasevicius às 21h56
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]



O Blog da Rádio

A Rádio Brasil MPB On Line já tem um blog, onde a equipe que está dirigindo e produzindo este trabalho é apresentada. 

Em breve, a Rádio Brasil MPB irá transmitir entrevistas com nomes importantes da cultura brasileira. Vídeos com trechos destas entrevistas e as fotos de estúdio poderão ser vistos também no blog 

A audiência da Rádio já está distribuída por alguns países, inclusive fora do nosso continente.



Escrito por Ana Lasevicius às 20h58
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]



Rádio Paixão

Uma das minhas minhas paixões é o rádio, e essa paixão tem um reponsável, meu pai.

Quando criança, eu brincava de fazer rádio com um gravador de rolo que era do meu avô. Depois chegaram os gravadores portáteis com os cassetes, meu pai comprou um, e a brincadeira ficou mais fácil. Na época, a minha preferência eram as radionovelas. Eu fazia roteiro, sonoplastia, escolhia a trilha sonora, dirigia, fazia algumas vozes, os reclames, só não conseguia fazer a transmissão, se eu soubesse...

Meu pai, ah... Seu Bruno andou muito com o povo que fazia rádio na década de 50, mas nessa época eu ainda não existia.



Escrito por Ana Lasevicius às 06h15
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]



Rádio Brasil MPB

Com o objetivo de colaborar no resgate e memória da cultura nacional, a Rádio Brasil MPB On line há três meses está funcionando em caráter experimental. E nesse período vem apresentando 24 horas de música popular brasileira de altíssima qualidade.

Desse modo, a emissora inicia uma segunda fase no mundo web, com uma proposta inovadora em sua programação. Tal iniciativa conta com a experiência de jornalistas, comunicadores e pesquisadores no sentido de reunir acervos culturais de qualidade no Brasil e exterior. A proposta de uma linha de trabalho arrojada envolve noticiários, narrativas sobre o povo brasileiro e personalidades que integram a história da nossa cultura.

Esse projeto visa tornar-se uma referência dentro e fora do país, difundindo valores artísticos, entretenimentos e formando musicalmente os ouvintes/ internautas.

Uma característica fundamental da rádio online é a interatividade. Assim, a Rádio Brasil MPB vai disponibilizar parte de sua programação para estimular o público por intermédio de sugestões e análises.

Vale a pena ouvir e prestigiar esse novo conceito em termos de cultura nacional totalmente identificado com o povo brasileiro.

LAERCIO ARRUDA - Jornalista e professor universitário; com 30 anos de atuação no mercado de trabalho em vários jornais, revistas e assessorias de imprensa de São Paulo. Autor do livro "Diário Popular - A trajetória de um jornal paulistano".



Escrito por Ana Lasevicius às 05h40
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]



Mercedes & Soledad

Como canta Mercedes! Como canta Soledad!

Que parceria encantadora fizeram em Zamba para olvidar!



Escrito por Ana Lasevicius às 23h53
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]



Vozes fora

O Guarani me mandou um áudio, mas fez algumas ressalvas: "Mãe, as vozes estão um pouco fora,  preciso arrumar."

Como já passou um bom tempo, e ele não arrumou, fiz o vídeo com o áudio assim mesmo.

Até que ficou interessante, melhor do que adotar a equação do "vozes fora = zero"Piscadela



Escrito por Ana Lasevicius às 00h47
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]



Poeta Vivo

 

Descobri recentemente a obra de Ary dos Santos, poeta português.

Infelizmente já falecido. Mas, não, o homem morre, o poeta NÃO! Vocês duvidam?

POETA CASTRADO, NÃO!

Ary dos Santos

Serei tudo o que disserem
por inveja ou negação:
cabeçudo dromedário
fogueira de exibição
teorema corolário
poema de mão em mão
lãzudo publicitário
malabarista cabrão.
Serei tudo o que disserem:
Poeta castrado não!

Os que entendem como eu
as linhas com que me escrevo
reconhecem o que é meu
em tudo quanto lhes devo:
ternura como já disse
sempre que faço um poema;
saudade que se partisse
me alagaria de pena;
e também uma alegria
uma coragem serena
em renegar a poesia
quando ela nos envenena.

Os que entendem como eu
a força que tem um verso
reconhecem o que é seu
quando lhes mostro o reverso:

Da fome já não se fala
- é tão vulgar que nos cansa -
mas que dizer de uma bala
num esqueleto de criança?

Do frio não reza a história
- a morte é branda e letal -
mas que dizer da memória
de uma bomba de napalm?

E o resto que pode ser
o poema dia a dia?
- Um bisturi a crescer
nas coxas de uma judia;
um filho que vai nascer
parido por asfixia?!
- Ah não me venham dizer
que é fonética a poesia!

Serei tudo o que disserem
por temor ou negação:
Demagogo mau profeta
falso médico ladrão
prostituta proxeneta
espoleta televisão.
Serei tudo o que disserem:
Poeta castrado não!



Escrito por Ana Lasevicius às 01h39
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]



Tango Apocalypso - Boris Kovac

Boris Kovac é compositor, instrumentista e artista multimídia, natural de Voivodina, Iugoslávia. Sua música é um misto de angústia e alegria, talvez seja difícil compreender isso, dito assim. Mas, levando-se em conta que suas músicas foram compostas em meio a bombardeios, podemos refletir no quanto a arte é um dos mais importantes alimentos para a esperança, e entender como sentimentos antagônicos podem se unir numa composição musical.

Com letras subversivas e irônicas, suas melodias percorrem o jazz, tango, valsa, klezmer, rumba, e a tradicional música do folclore dos Bálcãs. Boris Kovac é o líder da La Campanella Orchestra, formada por baixo, violão, violino, percussão, saxofone, clarinete e acordeom. Em suas apresentações, Boris Kovac anuncia: "Esta é a última noite antes do fim do mundo." E convida o público para a última dança: "Pode ter parado de chover mísseis, mas eles podem voltar em breve."

E encerra: "Vemo-nos em um mundo melhor."



Escrito por Ana Lasevicius às 22h53
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]



Isso é Meatrix

Uma paródia educativa, inspirada no filme Matrix.

Um vídeo para quem quer ajudar o mundo a escapar da Meatrix. Eu gostei muito. Se você também gostar, repasse!

Há outros vídeos da série, porém ainda não traduzidos. Para saber mais, entre no site e veja o trailer:

http://www.moremeatrix.com/ 

E não se esqueça: Pílula Vermelha.



Escrito por Ana Lasevicius às 21h26
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]




[ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]